sábado, 28 de janeiro de 2012

Minha primeira foto da Nebulosa do Orion (M42) - Da janela do Apartamento


Ontem eu achei que o céu não ia abrir muito, mas o céu anda muito instável nos últimos dias. Ele pode abrir e fechar a qualquer momento. Então, quando vi que a região de Orion estava livre de nuvens, corri preparar meu setup e decidi, mesmo com a poluição luminosa do Guará - DF, tentar minha primeira foto dessa que é uma das nebulosas mais espetaculares do firmamento.

Por mais que seja brilhante, Orion não é uma nebulosa das mais simples de se fotografar. O grande problema é que o seu núcleo brilha demais e se você simplesmente tirar fotos com 30 segundos de exposição, o que terá será uma núcleo completamente branco. Para se fotografar uma boa imagem de Orion, você deve tirar vários frames de 1 segundo de exposição, que destacarão o trapézio (quatro estrelas em seu núcleo) e outros frames de 5 segundos, para mostrar o núcleo da nebulosa. Depois disso pode tirar frames de 30 segundos ou mais. Então basta empilhar tudo numa versão recente do Deep Sky Stacker que vc terá uma imagem sem o núcleo "estourado". Depois disso também aconselho ir no Windows Live Galery e reduzir os destaques (ou realces, em algumas versões) ao máximo, isso vai mostrar bem as quatro estrelas do trapézio dentro da nebulosa.

Deixo também para vocês uma foto da janela do meu apartamento. Eu devo me mudar dentro de duas semanas para um apartamento mais alto e com uma boa varanda. Isso deve facilitar muito minhas fotos solares, lunares e planetárias, mas não sei se afetará positivamente as fotos de céu profundo, por que o andar é mais alto e pode haver um certo balanço.

Sítio de observação em meu apartamento, no Guará (distrito Federal). Na janela da direita, onde está o telescópio, eu costumo observar o Oeste. Da janela da esquerda, é onde costumo tirar fotos do Sul, como Caixa de Joias e Eta Carinae.

4 comentários:

  1. Muito boas suas fotos. Tenho um Celestron 114mm, que veio acompanhado de uma barlow 3x, com uma lente de 4mm e uma de 20mm. Só consigo ver a Lua, Júpiter, Saturno nitidamente. Queria poder ver nebulosas, Marte e Vênus mais nitidamente. Será possível visualizá-lo com esse meu Celestron 114mm?
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Willian, oara nebulosas e galáxias e que faz muita diferença é o local de observação. Ir para uma fazenda ou chácara longe das luzes da cidade vai multiplicar a potência do seu telescópio para esses objetos. Quanto a Marte você tem que esperar a oposição para ver pelo menos a calota. Nesse momento o planeta está diminuindo. Mas Vênus está muito bom para ver agora. Você deveria vê-lo como uma ferradura agora, pois está próximo a Terra.

    ResponderExcluir

Eu tenho me esforçado para responder todos os comentários, mas posso demorar um pouco, ou mesmo esquecer algum. Por isso, peço paciência e não fiquem constrangidos de me darem um toque, caso eu esteja demorando demais.