segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Guia de Modificação de uma Canon DSLR para astrofotografia



Esses dias achei um site que gostei muito. Ele ensina passo-a-passo como modificar a sua câmera Canon DSLR para o uso em astrofotografia. Para quem não sabe, as câmeras DSLR possuem um filtro antes do sensor, que busca corrigir a luz infravermelha que chega a câmera. Isso ajuda na captação de imagens normais, mas prejudica muito a astrofotografia por que imperde uma grande quantidade de luz vermelha da nebulosas de emissão de chegarem ao sensor. Sem esse filtro, aquela foto da via-láctea que tirei em Piggyback mostraria inúmeras nebulosas com muito mais evidência.


Pode parecer que a falta do filtro prejudicaria somente as fotos de Nebulosas e não de Galáxias, como já até me disseram, mas na verdade prejudica demais as fotografias das galáxias, por que toda galáxia tem inúmeras nebulosas e as fotos de galáxias com câmeras DSLR não modificadas costumam ser muito mais sem graça do que aquelas tiradas por câmeras modificadas.

Infelizmente, parece que neste momento no Brasil não há nenhum profissional realizando  a modificação das câmeras DSLR para astronomia e parece que se quisermos modificar uma aqui, temos duas escolhas: 1- Enviar a câmera para um profissional no exterior; 2 - Botar a mão na massa.

Olhando o site indicado, parece que não é impossível para alguém com pouca experiência fazer o processo. Bem, pelo menos eu dou conta de desmontar um computador inteiro e parece que a modificaçã da câmera não incluirá trabalhos com solda, algo que nunca fiz e que certamente seria um obstáculo.

Pelo que vi há dois pontos de atenção que são críticos, a organização e a limpeza do ambiente. Também terei que tomar muito cuidado com estática. No momento fiz a lista dos passos que me parecem mais importantes:

1- Imprimir e ler o guia até cansar.
2 - Adquirir o filtro de um site no exterior, que certamente levará mais de um mês para fazer a entrega.
3 - Adquirir as ferramentas necessárias.
4 - Preparar o ambiente para a modificação.
5 - Estabelecer uma metodologia de organização
6 - Praticar o uso das ferramentas, principalmente em relação ao uso de colas.
7- Discutir o máximo possível o assunto com outros colegas e ler em fóruns sobre a matéria
8 - Rezar
9 - Botar a mão na massa.

Neste momento estou imprimindo o guia. O resultado foi um documento com quase 100 páginas. Nas próximas semanas devo ver em qual site devo pedir o filtro enquanto vou adquirindo algumas ferramentas. E um projeto longo. Quero realizar a modificação somente quando tiver certeza do que estou fazendo. Afinal, não é fácil arriscar uma câmera dessas.

Nebulosa M42 fotografada com uma Canon 350d modificada, crédito: Sven De Deyn

4 comentários:

  1. Ola, estava pesquisando sobre o assunto e vi esse seu post... recebeu o filtro?? Fez a alteração na Canon??

    ResponderExcluir
  2. Eu devo comprar o filtro da BS-Astro no fim do mês André, quando virar o cantão de crédito. Eles já me passaram o modelo. Quanto a troca o pessoal da Assistência técnica da Canon aqui no DF me disse que por 280 reais eles fazem a troca para mim. Eu devo fazer com eles mesmo, pois apesar do gasto, a câmera estaria na mão de um profissional. É uma pena que as coisas estão demorando tanto para chegar pelo correio.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. ola rodrigo, qual o modelo e tipo do filtro q vc encontrou??? aguardo resposta

    ResponderExcluir

Eu tenho me esforçado para responder todos os comentários, mas posso demorar um pouco, ou mesmo esquecer algum. Por isso, peço paciência e não fiquem constrangidos de me darem um toque, caso eu esteja demorando demais.