terça-feira, 14 de maio de 2013

Rho Ophiuchi com a lente de 50mm. Quando o bom também é barato


Vejam a imagem acima. algumas pessoas tem dito que ela é a minha melhor  imagem. Não sei se é verdade, mas tenho que dizer que gostei muito dela. Trata-se do complexo nebular de Rho Ophiuchi, uma das regiões mais bonitas do céu.

A imagem foi feita durante o último Enoc, com a técnica simples de colocar câmera e lente sobre a montagem porcamente alinhada, tentar alguns lightframes e fazer darkframes. A câmera foi a Canon T2i modificada, mas é a lente que tenho que destacar. O "telescópio" usado para a foto acima foi uma lente Canon EF 50mm F1.8, que custa 120 dólares do exterior e no Mercado Livre pode ser encontrada nova por valores entre 300 e 400 reais. Uma pechincha em se tratando de lentes. Na verdade acho que é a lente mais barata da Canon.

Apesar de ser muito barata, a lente EF 50mm F1.8 sempre foi uma grata surpresa em praticamente todas as situações em que a utilizei. Seja filmando em locais escuros com a GH2, seja fotografando minha família ou mesmo paisagens, a qualidade desta lente sempre me impressionou. Enquanto a lente 18-55mm que vem com o kit da Canon trabalha em 50mm com uma distância focal de F5.6, a fixa EF 50mm F1.8 consegue ser até nove vezes mais rápida nesta mesma distância focal. Ou seja, o que a lente do kit faz em um décimo de segundo, a F1.8 precisa de apenas um centésimo. Isso pode significar a diferença entre precisar ou não de um tripé para fotos normais.

Mas não é só isso. Com uma abertura de F1.8 mesmo uma foto feita sob a luz do Sol fica muito melhor, pois fica com mais profundidade, pois com ela conseguimos aquele belo efeito em que vemos as pessoas em foco e o fundo completamente desfocado, dando muito mais destaque para o alvo da foto enquanto com a lente 18-55 a imagem fica chapada.

Mas é claro que em Astrofotografia não basta a lente ser clara, ela também precisa ser uniforme, garantindo o foco em toda a sua extensão e não produzindo coma na imagem final. Sim, a 50mm F1.8 não produz uma imagem plana com o diafragma totalmente aberto, mas na boa distância focal de 3.2 a imagem fica perfeita. A 18-55mm do kit também não fica perfeita em F5.6 precisando fechar ainda mais a lente.

Com uma distância focal de apenas 50mm, o alinhamento não precisa estar em sua plenitude, por isso pude fazer tempos de exposição de 90 segundos para a imagem acima sem que as estrelas apresentassem arrasto.

Eu acredito que é esta lente de 50mm que deveria acompanhar as DSLRs de entrada e não a 18-55mm, que sou obrigado a dizer, é de qualidade sofrível quando comparada com esta 50mm. Na verdade todas as lentes Zoom baratas da Canon, como a 70-300mm ou a 55-200mm são sofriveis. Mas acho que a 50mm não acompanha as câmeras por que as pessoas (eu me refiro ao público leigo) estão acostumadas demais com a ideia de que boas câmeras são as que tem mais zoom e não aceitariam bem uma lente sem  nenhum zoom, mas a verdade é que me parece que muitas pessoas só veem o quanto as suas DSLRs podem ser superiores a uma câmera compacta ou mesmo uma superzoom quando adquirem esta lente. Talvez por isso a 50mm F1.8 seja tão barata, o seu preço é a melhor forma de atrair os proprietários de DSLR para o mundo das lente de grande abertura.

Abaixo segue outra imagem com a mesma lente, dessa vez destacando o centro da Via Láctea.



9 comentários:

  1. Muito bom Rodrigo, e qto a "50tinha" não falou nada mais que a verdade, bichinha valente. Tenho 3 lentes, 50mm - 18-55mm(do kit) e 28-300mm f/3.5-5.6L IS USM. Assim que pintar uma noite bem limpa quero fazer uns testes com a 28-300 na NEQ6, vamos ver o que consigo colher nela. Parabéns pelos registros.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo uma pergunta, eu não encontrei essa informação na net ou pesquisei mal... sei lá.
    O Eos Utility não funciona em "netbook" devido ao tamanho da tela. Existe outro programa de captura que possa ser usando na canon?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala Eldio. Você já tentou usar no seu? eu uso no meu netbook, mas é por que a tela é de 12 polegadas. quanto a outro programa acho que muitos captura com o MaxinDL ou com o BackyardEOS.

      Excluir
    2. Sim instalei mas o meu é de 10 polegadas rsss.... infelizmente não dá. Vou ver sobre os outros se da certo.
      Obrigado.

      Excluir
  3. Belíssimas fotos, inspiradoras mesmo! Ambas, Rho Ophiucus e o Centro da Galáxia são, na minha opinião, suas melhores fotos com lentes e câmeras DSLR (sem uso de telescópio). Isso me dá alegria, pois gosto muito de astronomia e astrofotografia, e vejo quanto caminho ainda tenho pela frente (sou iniciante).

    Muito Obrigado Mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Rodrigo, adquiri uma lente Helios 50mm f/1.4 da Zenit, a qual uso na minha Canon EOS350 Rebel Xt que comprei usada. É uma boa pedida?

    ResponderExcluir
  5. Só tem um jeito de saber Evandro. Tire umas fotos e me diga como ficou!

    ResponderExcluir
  6. Rodrigo, você fez fotos com exposição de 90 segundos. Estou querendo comprar uma T3, porém ela só me dá 30 segundos de exposição. Tem como modificar a configuração da câmera? Qual equipamento que você usou? Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. creio que os 90 segundos sejam em processamento de vários frames

      Excluir

Eu tenho me esforçado para responder todos os comentários, mas posso demorar um pouco, ou mesmo esquecer algum. Por isso, peço paciência e não fiquem constrangidos de me darem um toque, caso eu esteja demorando demais.